ANBIOQ

A Associação Nacional de Bioquímicos (ANBIOQ) é uma associação de cariz profissional sem fins lucrativos.

MISSÃO

A ANBIOQ foi criada na transição para o século XXI e tem como missão a união e o desenvolvimento dos Bioquímicos como grupo profissional, assim como a defesa dos seus legítimos interesses.

Existe para servir o indivíduo que escolheu a licenciatura em Bioquímica proporcionando-lhe, no início da sua actividade profissional, ferramentas, meios, contactos e um enquadramento institucional.

Estatutos ANBIOQ

NATUREZA

A ANBIOQ tem a honra de hoje contar com a confiança de mais de 600 associados que exercem a sua atividade em diversas áreas profissionais. Assim, tem vindo a promover atividades de âmbito académico, científico e profissional junto da comunidade de Bioquímicos portugueses.

No sentido de levar a cabo toda a sua atividade, a associação encontra-se organizada, para além dos órgãos sociais institucionais, em comissões executivas que atuam junto de diferentes grupos de associados, designadamente, junto dos profissionais de saúde (LabGen-ANBIOQ) e junto de Bioquímicos investigadores, técnicos, empresários, criativos e criadores (SciTech- ANBIOQ).

A ANBIOQ mantém sempre um forte elo de ligação aos estudantes de 1º, 2º e 3º ciclos de estudos, via APEBQ (Associação Portuguesa de Estudantes de Bioquímica).

HISTÓRIA

1995 – A ideia

A ideia de criar a Associação Nacional de Bioquímicos surge em Coimbra, no Fórum de Bioquímica, Inovação, Saúde e Industria (FORBISI). Aí são realizados os primeiros contactos com o fim de criar uma associação nacional que represente os Bioquímicos e os seus legítimos interesses científicos e profissionais.  

1997 – Comissão Instaladora

É criada uma comissão instaladora para, entre outros, redigir os estatutos da futura associação.

1998 – Os Estatutos

Realiza-se em Tomar (durante o XI Congresso da Sociedade Portuguesa de Bioquímica) a primeira apresentação dos estatutos da futura associação.

2000 – Primeira Direção Nacional

Em Setembro é eleita a primeira Direção Nacional em Assembleia Geral realizada na Póvoa de Varzim, no I Congresso Nacional de Bioquímica. Nesse mesmo ano é realizado o I Inquérito Nacional aos Licenciados em Bioquímica e nasce o primeiro Website da nova Associação.

2001 – Jornadas Profissionais

Ano em que a jovem ANBIOQ organiza no Porto as “I jornadas Profissionais da ANBIOQ” subordinadas ao tema “Bioquímicos, que presente?”. Ano do lançamento do primeiro boletim informativo.

2004 – Edição de Livro

Apresentação e edição do livro “Um embrião de Cultura Cientifica”.

2007 – Bioquímicos Profissionais de Saúde

São realizadas as primeiras reuniões que procuram abordar o presente e o futuro dos Bioquímicos profissionais de saúde.

2008 – LabGen: Comissão Laboratório e Genética dos Bioquímicos Clínicos da ANBIOQ

É criada a LabGen, que passa a representar os bioquímicos clínicos e profissionais de saúde a trabalhar em análises clínicas e em genética.

2009 – Plataforma de Formação e Informação da LabGen

É criada a Plataforma Moodle de Formação e Informação da Comissão de Laboratório e Genética dos Bioquímicos Clínicos da ANBIOQ (http://formacao.anbioq.pt/).

2010 – Reorganização Interna e nova imagem institucional da ANBIOQ

É lançada a nova imagem institucional da ANBIOQ e realizado um referendo nacional em torno da criação da “Ordem dos Bioquímicos”. São criadas as 5 Subcomissões da LabGen. A LabGen lança a primeira avaliação da qualidade analítica do laboratório clínico nos 6 sigmas (PCQI).

2011 – SciTech e AN(E)BIOQ

São criadas duas novas comissões: A Scitech, que representa os investigadores; e a AN(E)BIOQ, Associação Nacional de Estudantes de Bioquímica (hoje, uma associação independente da ANBIOQ – APEBQ). Participação da LabGen na revisão das NOCs. É realizada, em Leiria, a 1ª Reunião Nacional de Bioquímicos.

2012 – Rede de Estágios Profissionais

É criada uma rede de estágios profissionais e também a 1ª Comissão de Avaliadores da LabGen com o objetivo de supervisionar o processo de certificação dos profissionais bioquímicos da área da saúde. A ANBIOQ e o INSA IP celebram um protocolo de cooperação em áreas da saúde de interesse comum.

2013 – Acordo de Cooperação sobre Certificação Profissional entre a ANBIOQ e a Ordem dos Biólogos (OBIO)

É aprovado o Regulamento Interno da LabGen, passando a atribuir o título de Bioquímico Clinico aos Técnicos Superiores de Saúde pela ACSS e aos Especialistas em Análises Clínicas, Genética Humana e Embriologia pela OBIO. São nomeados os representantes da ANBIOQ para a Direção do Colégio de Biologia Humana e Saúde da OBIO.

2015 – O Bioquímico Clínico

São atribuídos os primeiros certificados de “Bioquímico Clinico” aos Bioquímicos Técnicos Superiores de Saúde pela ACSS e aos Bioquímicos Especialistas em Analises Clinicas, Genética Humana e Embriologia pela Ordem dos Biólogos.

2016 – Apresentação europeia do procedimento profissional otimização de cartas de controlo interno

É apresentado, pela LabGen e pela OBIO, o primeiro procedimento profissional que quantifica o risco de decisão clinica, introduz os requisitos clínicos de qualidade diretamente nas cartas de controlo interno e define os procedimentos técnicos de harmonização da resposta laboratorial dentro dos mesmos grupos de laboratórios clínicos, públicos ou privados.

EQUIPA

Direção

Gonçalo Teixeira

Gonçalo Teixeira

Presidente

Gonçalo Teixeira

Presidente

Mónica Pereira

Mónica Pereira

Vice-Presidente

Mónica Pereira

Vice-Presidente

Guilherme Frias

Guilherme Frias

Tesoureiro

Guilherme Frias

Tesoureiro

Jorge Vale Pinheiro

Jorge Vale Pinheiro

Vogal

Jorge Vale Pinheiro

Vogal

Remy Cardoso

Remy Cardoso

Vogal

Remy Cardoso

Vogal

Ana Costa

Ana Costa

Vogal

Ana Costa

Vogal

Pedro Matos Filipe

Pedro Matos Filipe

Vogal

Pedro Matos Filipe

Vogal

Hélder Oliveira

Hélder Oliveira

Vogal

Hélder Oliveira

Vogal

Ana Rita Mendes

Ana Rita Mendes

Vogal

Ana Rita Mendes

Vogal

Mesa da Assembleia Geral

António José Preto

António José Preto

Presidente

António José Preto

Presidente

Pedro Lacerda

Pedro Lacerda

Vice-Presidente

Pedro Lacerda

Vice-Presidente

João Rocha

João Rocha

Secretário

João Rocha

Secretário

Conselho fiscal

Nuno Chicória

Nuno Chicória

Presidente

Nuno Chicória

Presidente

Ana Catarina Pratas

Ana Catarina Pratas

Secretária

Ana Catarina Pratas

Secretária

Gonçalo Trindade

Gonçalo Trindade

Relator

Gonçalo Trindade

Relator

LABGEN

A Comissão de Laboratório Clínico e Genética Humana de Bioquímicos Clínicos da ANBIOQ (LabGen-ANBIOQ) surgiu em 2008 e tem como missão:

“Promover a participação ativa, plural, construtiva e de excelência dos Bioquímicos Clínicos Portugueses na Sociedade”.

Para cumprir com a sua missão foram criadas as seguintes Comissões de trabalho: Coordenadores, Formação, Qualidade, Laboratório Clínico, Genética Humana e Avaliadores.

Em cumprimento com o Regulamento Interno da LabGen-ANBIOQ, são atribuídos os seguintes Graus de Membros: Provisório, Efetivo e Bioquímico Clínico”.

SCITECH

A SciTech-ANBIOQ é a Comissão especializada para a Investigação em Ciência e Tecnologia da Associação Nacional de Bioquímicos.

Sendo que cerca de 64% dos licenciados em Bioquímica em Portugal tornam-se investigadores (Fonte: III Inquérito aos licenciados em Bioquímica –ANBIOQ), a ANBIOQ sentiu a necessidade de criar uma comissão especializada que represente a comunidade bioquímica ligada à investigação.

A SciTech não pretende ser um organismo fechado, mas sim uma ponte entre a ANBIOQ e outras associações que representam a classe investigadora em Portugal (ABIC; ANICT; SPB entre outras).

O âmbito da SciTech-ANBIOQ é representar os interesses da comunidade bioquímica portuguesa ligada à investigação, quer em Portugal quer no Estrangeiro. Deste modo, a SciTech-ANBIOQ pretende:

- Promover ações no sentido de dignificar e melhorar as condições sociais da profissão de Investigador em Portugal, colaborando com associações profissionais e
cientificas já existentes;

- Promover e colaborar em ações de formação científica e de bioempreendorismo;

- Promover e divulgar congressos/seminários técnico-cientificos.

Porquê ser sócio da ANBIOQ?

Tendo por missão a união dos Bioquímicos em Portugal como grupo profissional, poderá encontrar na ANBIOQ uma associação que apoia em diferentes fases da atividade profissional, fornecendo ferramentas, meios e contactos.

Para tal, além de facilitar o acesso a uma alargada rede de contactos através dos seus mais de 600 sócios, a ANBIOQ promove e organiza workshops, formações e encontros profissionais com interesse para os profissionais de saúde, investigadores, técnicos, empreendedores e estudantes. Além disto, através das nossas plataformas online, divulgamos diversas oportunidades profissionais, atividades e eventos que, não sendo organizadas pela ANBIOQ, acreditamos serem do interesse dos nossos associados.

No caso dos profissionais de saúde, a ANBIOQ oferece ainda formação profissional especializada além de oferecer uma rede de apoio para o desenvolvimento profissional.